Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Healthy Marta

Healthy Marta

04
Jul17

Zoodles com tomate seco e camarão

IMG_20170701_215220_315.jpg

 

Uma das decobertas desta nova vida saudável é o esparguete de courgete ou zoodles (vem de zucchini).

Parece uma coisa mega complicada de fazer e que demora anos e mas é um dos pratos que habitualmente faço quando não tenho muito tempo ou paciência porque é suuuuuper rápido.

Zoodles com tomate seco e camarão:

Ingredientes para uma pessoa:
- 1 Courgete;
- 1 ou 2 tomates secos,
- 1 ou 2 dentes de alho (conforme a preferência),
- Azeite,
- Camarões,

Esta receita já tinha colocado no instagram e fiz passo a passo no stories (para quem não me acompanha é só procurar @healthy.marta) e muita gente me perguntou que máquina era aquela...

A máquina chama-se espirilizador e há à venda na loja Casa, mas há também às vezes no Continente e Jumbo uns tipo afia. A minha comprei há uns anos numa loja chamada César Castro que tem mil cromisses de cozinha profissional:

espiralizador-kitchen-craft.jpg

Espiralizar demora segundos MESMO e rapidamente temos uma courgete assim:

IMG_20170702_192351_979.jpg


Modo de preparação:
- Espiralizar a courgete,
- Colocar o azeite, os alhos e o tomate seco cortado em pedaços na frigideira e deixar alourar,
- Juntar os camarões e salteá-los até ficarem cozinhados,
- Juntar a courgete e saltear tudo, misturandos os ingredientes.

E voilá! Pronto!

Eu coloquei um pouco de pesto e umas sementes de girassol mas é opcional.

Bom apetite! :) 

 

03
Jul17

As Carolinas

Sem Título.png

Acho engraçada a falta de coerência de algumas pessoas.


A Carolina Patrocínio foi chacinada na internet por ter feito duas gravidezes com 5 cms de barriga e por continuar a treinar com o seu six pack foi chamada de gremlin, homem... a Carolina Deslandes expôs-se numa fotografia após duas gravidezes em que aparece visivelmente fora de forma e rapidamente houve pessoas a escreverem posts a dizer que ela está linda e que o que interessa é o amor pelos filhos e os dois seres que ela deu à luz e mimimi... 

 

Pára tudo! A Carolina Deslandes é linda de morrer e teve um acto de coragem enorme ao expôr-se daquela forma principalmente na internet mas daí a dizer que ela está linda...

Porque é que uma tem de ser arrasada por querer manter o estilo de vida e ter o mínimo de alterações possíveis na gravidez e a outra aplaudida por se ter deixado engordar e ter deixado de se preocupar com o corpo?

Cada uma deve ser respeitada à sua maneira. Eu não adoro o corpo da Carolina Patrocínio, para mim é um corpo demasiadamente trabalhado, mas é o corpo que ela quer, gosta e pelo qual lutou nas suas gravidezes, por isso não tenho o direito de ir comentar as fotos dela ofensivamente, tal como tenho de respeitar que a Carolina Deslandes tenha comido que nem um javali e que tenha decidido curtir as suas gravidezes sem se preocupar ficando enorme.

Para mim é admirável que uma passados 10 segundos do parto já estivesse a fazer agachamentos e que dois dias depois já coubesse nas suas calças 32, tal como é admirável que a outra se tenha exposto numa foto crua, sem os filtros e as poses que diariamente nos entram pelas redes sociais. Não sei sinceramente se me sentiria bem em me expôr daquela forma, com aquele corpo e ser alvo da crítica fácil... mas isso sou eu! 


Óbvio que há pessoas que se sentem perfeitamente bem na sua pele, com excesso de peso, estrias, celulite, andam na rua com vestidos curtos e não querem saber e eu acho óptimo. Cada um tem de se sentir bem com o seu próprio corpo. Tem de gostar do que vê ao espelho e assumir isso. Se não gosta do que vê, tem de mudar, tem de fazer a mudança que precisa para se sentir bem e é o que eu estou a fazer neste momento.

Eu não gosto do que vejo quando me olho ao espelho. Estou longe de estar com um corpo que eu ache bonito. Isso faz-me deixar de tirar fotografias? Não! Mas óbvio que não vou desatar a tirar 800 fotos montada num flamingo cor de rosa de bikini fio dental e que vá fazer 200 posts no instagram a mostrar os meus michelins. Não significa que deixe de viver ou me esconda numa caverna, mas daí a mostrar o pior de mim vai um longo caminho. 

Enfim... todos nós somos Carolinas, com defeitos, qualidades, diferentes uns dos outros e creio que há uma regra básica que deve ser tida em conta na internet: Escrever apenas aquilo que seríamos capazes de dizer frente a frente à pessoa em questão.

Mais respeito por favor!

02
Jul17

Domingos activos

FB_IMG_1498995340632.jpg

Há um mês vi que ia haver um bootcamp durante 5 semanas e decidi enviar um email para informações. Na altura não havia mais vagas e eu fiquei a pensar que talvez até fosse melhor porque muito provavelmente eu não iria ter resistência suficiente para aguentar aquele treino.

Para quem não sabe, um bootcamp é um género de um treino militar outdoor.

Passadas umas semanas recebi um email a indicar que tinha aberto uma vaga e se eu queria participar e eu confesso que andei ali hesitante se ia ou não ia, se ia ser a gorda mascote do grupo todo fit ou se ia conseguir acompanhar e pensei em não ir.

Andei uns dias sempre a pensar no treino e decidi que se eu estava numa mudança de estilo de vida e de hábitos tinha de me atirar de cabeça e arriscar.

Quando fui à avaliação conheci o Álvaro que é o mentor daquele treino e personal trainer. Coloquei as minhas dúvidas e ele respondeu-me que eu só ia até onde eu queria. Eu é que decidia se fazia o treino com mais ou menos intensidade com mais ou menos esforço.

Ao olhar para o Álvaro, imaginamos que dali vão sair gritos e ordens, mas ele tem uma calma admirável e uma forma de nos motivar que nos faz ficar a pensar que se pararmos, se não nos esforçarmos, só nos estamos a enganar a nós próprios e quando páro a hiperventilar depois de 569 agachamentos e burpees e corridas e degraus e sei lá mais o quê, vem-me isso à cabeca e corro ou esforço-me sempre mais um pouco.

Obviamente que adoraria ser a pessoa mais fit e mais resistente dali, que não sou, mas também não sou a última e para mim isso é igualmente importante porque me faz acreditar mais naquilo que eu posso conquistar. 

 

Agora a parte mais difícil do meu treino é... (Álvaro desculpa-me se estás a ler isto ) a viagem na carrinha. Neste treino somos levados numas carrinhas para o local (que é sempre secreto) e invariavelmente vou parar a uma carrinha onde a condutora é a pior condutora do mundo! Eu bem tento! Começo a olhar para as carrinhas a pensar ahhh a dela é a cinza, vou para a branca e mal me sento.. Pumbas! Salta ela para o volante. 

Fazemos o IC19 em quarta a fundo, arrancamos em segunda, fazemos curvões sem reduzir, às guinadas e às patadas no travão. Nossa senhora!! A minha pulsação só naquela viagem de ida e volta deve subir mais que no treino inteiro. Aquilo é que é adrenalina! You go girlll! Rumo ao Dakar!

 

 

 

 

29
Jun17

Pequenos Almoços Rápidos, Fáceis e Saudáveis

IMG_20170629_090628-01.jpeg

Uma das coisas que mais adoro nesta vida é tomar o pequeno almoço. É uma das refeições que mais gosto de fazer e acho graça quando há pessoas que quando digo que não bebo leite e não como pão me perguntam o que é que eu como e se não me farto! 

Como tanta coisa... Podem ser panquecas, smoothies, sumos, iogurtes, ovos, papas, salmão fumado, fruta... enfim... tanta coisa que fico a pensar o quão monótono era comer apenas torradas e um galão ou copo de leite...

Hoje de manhã não foi excepção e fui muito feliz com o meu pequeno almoço. <3

Esta receita pode ser feita com tudo o que quisermos. A base é uma e todos os dias podemos ir mudando os toppings.

Ingredientes:
Base: 
- 150/200 ml leite de amêndoa* (conforme a consistência preferida. É preferível ir começando com menos e caso seja necessário ir colocando),
- Frutos vermelhos congelados,

* É quase impossível encontrar leite de amêndoa ou de qualquer outro fruto seco sem açúcar e sem óleo de girassol. Acreditem! Já li os rótulos de TODOS os leites vegetais do mercado. Existem apenas 3 marcas (Isola Bio, Provamel e Rude Health e mesmo assim é preciso ler os rótulos porque só alguns passam).

Toppings:
- Cacau crú em pó (não é chocolate! É 100% cacau, sem açúcar!!),

- Granola (ou caseira, receita em breve, que foi o meu caso ou uma sem açúcar e porcarias!),
- Framboesas,
- Amoras,
- Mirtilos,
- Pasta de amendoim ou amêndoa (sem óleos, só 100% amêndoa ou amendoim),
- Lascas de coco sem açúcar,

Colocar o leite de amêndoa e os frutos vermelhos congelados na bimby ou outro processador e bater. Quando estiver com a consistência pretendida colocar numa taça e divertir-se a colocar os toppings por cima.

Faça um prato bonito! Os nossos olhos também comem! :)


 

27
Jun17

"Sandwiche" de salmão fumado

IMG_20170627_202953-01.jpeg

Vi uma receita da minha nutricionista que queria experimentar já há bastante tempo, hoje ao chegar a casa tarde e com pouca paciência para cozinhar resolvi testá-la com uma alteração e sem seguir as quantidades porque como era apenas para mim, achei que era suficiente.

 

"Sandwiche" de salmão fumado

 

Ingredientes para uma pessoa:

- 1 ovo,

- 1 punhado de espinafres,

- 2 fatias de salmão fumado,

- queijo quark

- salada (usei mistura de alface verde, roxa e rúcula)

- sal

- azeite

- óleo de côco

- vinagre balsâmico (Atenção aos ingredientes! A grande maioria dos que são vendidos no supermercado têm caramelo para lhe dar a cor castanha. É suposto ter só vinagre e mosto de uva).

- Sementes de girassol  (opcional),

 

Modo de preparação:

- Misturar o ovo e os espinafres num processador até ficar uma massa líquida. 

- Numa frigideira pequena, colocar um pouco de óleo de côco e colocar a mistura do ovo e espinafres para fazer um género de um crepe.

- Ir virando até estar cozinhado e retirar do lume.

- Cortar ao meio e barrar uma metade com o queijo quark, colocar as fatias de salmão e tapar com a outra metade.

- Acompanhar com uma salada temperada a gosto.

 

Bom apetite! 😘 

 

 

Nota: Receita original da Dra. Iara Rodrigues que pode ver aqui.

 

26
Jun17

Bowl de Quinoa

 

IMG_20170625_132118-01.jpeg

Ontem foi dia de experiências gastronómicas. Adoro experimentar ingredientes novos, novos sabores, texturas e principalmente comer saudavelmente sem me cingir apenas a bife de perú grelhado com salada, que, sejamos realistas, é logo à partida uma fórmula falhada para manter uma boa alimentação.

 

Desta vez tinha um pacote de quinoa desde 1723 guardado no armário da cozinha e decidi testar uma receita nova.

 

Bowl de Quinoa com espinafres, tomate seco e nozes com molho de amêndoa

Ingredientes para 1 pessoa:

- 60 gr de Quinoa,

- Limão,

- 250 gr de água,

- Sal

- 4 nozes

- 1 punhado de espinafres,

- 1 tomate seco,

 

Para o molho:

- 1 colher de sobremesa de manteiga de amêndoa (usei caseira mas caso seja de compra optar por uma que seja apenas com amêndoa triturada),

- 1 colher de sobremesa de azeite,

- Limão,

- Sal,

- piripiri (opcional),

- 1 colher de sopa de água,

 

Modo de preparação:

Num tacho com água a ferver colocar a quinoa bem lavada e escorrida, o sal e limão a gosto (coloquei meio limão mas achei que ficou demasiada ácida, por isso creio que 1/4 será suficiente).

Deixar cozer 1 minuto com a água a ferver e passado esse tempo baixar o lume, tapar o tacho e deixar cozinhar até a água desaparecer mas sem deixar a quinoa empapada).

 

Numa frigideira colocar o punhado de espinafres, 2 nozes partidas e o tomate seco cortado em pedaços e saltear.

 

Entretanto para preparar o molho basta juntar todos os ingredientes numa taça e mexer. O limão, sal e piripiri ir colocando e provando até ter o sabor desejado (é muito subjectivo, o paladar, certo?)

 

Quando a quinoa estiver pronta, basta juntá-la à frigideira e mexer rapidamente para envolver todos os ingredientes.

 

Colocar o preparado numa taça,  e por cima colocar umas folhas de espinafres, salpicar com umas nozes e por fim temperar a gosto com o molho.

 

Um prato super rápido e fácil de fazer que vai fazer as delícias de quem o experimentar!

 

IMG_20170625_131010-01.jpeg

 Bom apetite! 😘

 

25
Jun17

Domingo activo... ou não

cdbeb22b0b39f23aeb80bad9df7f5908.jpg

Hoje o dia começou cedo. Às 7 da manhã tocou o despertador e era suposto ter saltado da cama fresca, fofa e cheia de energia para abraçar o domingo e o bootcamp, mas... claramente não foi isso que aconteceu.

Ontem comi uns ovos cozidos que não deviam estar já muito frescos e hoje de manhã estava com uma má disposição gigante, mesmo assim e na onda do Vai-Marta-tu consegues-Não-arranjes desculpas, decidi vestir-me. 

Um aparte: no bootcamp temos de ir com uma t-shirt tropa justíssima e a semana passada (a semana do demo em que estavam 53 graus às 9 da manhã) eu não aguentei e quando encontrei um arame farpado de uma vedação, resolvi armar-me em Macgyver e tentar rasgar a t-shirt no decote. Como podem imaginar ficou uma coisa bonita então hoje de manhã, ainda munida do espírito fit decidi agarrar numa tesoura e cortar o decote para "acertar" o corte. 

Expectativa: t-shirt tropa que apesar de ser feia e masculina, com um corte fica logo outra e dá logo um ar diferente à coisa.

Realidade: Cortei a p $@# da t-shirt quase até ao umbigo, sendo que do lado esquerdo fiquei com um ombro de fora e o direito não. 

Obviamente que devia ter percebido que cortar t-shirts mal disposta, às 7:15 da manhã de domingo não ia dar bom resultado. E agora? É a única t-shirt e temos todos de ir vestidos de igual!!! Fui vestir um top por baixo para tapar o decote Cicciolina Style e prendi um dos lados debaixo da alça do top para tentar minimizar a coisa e não aparecer (tão) ridícula no treino.

 

Quando lá cheguei a má disposição continuava e eu só pensava se ia ficar melhor ou se me ia bolsar à frente de todos os meus "colegas" de treino. 

Outro aparte: neste treino somos levados em carrinhas para um sitio qualquer  (mato, jardim, quinta... you name it) sem wc, por isso imaginem o meu pânico.

 

Será que vomito? Será que me aguento? Ai meu deus e se quando comecar a correr vou ficar com o estômago ainda mais às voltas? Estive uns 5 minutos neste dilema interior enquanto me apresentava naquele traje ridiculo e respirava fundo para ver se a coisa melhorava, mas nada! Decidi vir-me embora para casa, beber 7 litros de chá e felizmente já me sinto melhor.

 

Um dia supostamente activo transformou-se num domingo a ver filmes e séries e a babar-me no sofá! 

 

24
Jun17

Noori low carb

Ontem fui ver o Grant's Stand Together (que by the way é maravilhoso. Chorei a rir com as histórias) e antes decidimos ir comer o melhor dos frangos assados de Lisboa, o velhinho Bom Jardim. 

Para quem não conhece é, aliás são, dois restaurantes um em frente ao outro nas traseiras da Av. Da Liberdade.

Um restaurante tipicamente português, sem estar afectado pela turismite aguda. Não há cá pratos adaptados ao gosto estrangeiro, nem ementas com fotos e menús. Ali come-se a um preço justo o melhor frango assado com o melhor arroz de miúdos do mundo. 

Enfim, dá para perceber que obviamente chafurdei em frango e arroz como se não houvesse amanhã, tanto que à 1 da manhã ainda não tinha feito a digestão, por isso hoje apetecia-me qualquer coisa mais leve, então decidi pôr mãos à obra com o que tinha em casa e saiu isto:

 

Noori Low Carb de Abacate e Presunto

IMG_20170624_140358-01.jpeg

Ingredientes para 2 Nooris:

- 2 folhas de algas Noori;

- 1/2 Abacate;

- Limão;

- Folhas de espinafres;

- 2 fatias de presunto do bem (que só tenham nos ingredientes carne de porco e sal)

- Molho pesto (eu só uso caseiro ou que seja feito com azeite e sem aditivos, nada de óleos e porcarias nos ingredientes);

 

Misturar 1/2 abacate com um pouco de limão e esmagar tudo de forma a ficar uma pasta.

Barrar a alga Noori com a pasta de abacate, colocar as folhas de espinafre e um pouco de molho pesto por cima e forrar com uma fatia de presunto. Fechar o noori tipo wrap ou cone, conforme a preferência e... Atacar!!! :)

 

Bom apetite!

 

21
Jun17

São noodles senhor...

Descobri A MELHOR, vá umas das melhores coisas dos últimos tempos! Chama-se konjac e é uma alga japonesa que depois alguém (obrigada do fundo do meu coração por esta ideia) resolveu transformar em noodles, esparguete e arroz. 

Não tem sabor, por isso adapta-se ao prato que fazemos e para mim que não como massa desde 1923 foi o achado!

Ontem resolvi testar e fiquei maravilhada!

IMG-20170620-WA0008-01.jpeg

Não é necessário ser o chef Vítor Sobral para fazer este prato, mas aqui segue a receita:

- 1 embalagem de noodles de konjac (dá para 2-3 doses)

- Peito de perú;

- Bróculos cozidos;

- Molho de Soja a olho (talvez 2-3 colheres de sopa)

- Azeite ou Óleo de Côco;

- Alho

 

Juntar todos os ingredientes excepto os noodles e a soja num wok e saltear.

Num tacho com água a ferver colocar durante 1 minuto o konjac e após escorrer juntar ao preparado do Wook, adicionar a soja e voilá: massa saudável!

 

Bom apetite!

 

19
Jun17

Saladas, saladas e mais saladas...

IMG_20170617_145001-01.jpeg

Este megggaaaa calorão para além de me matar e de eu só querer viajar para a Sibéria fez com que eu perdesse a fome (yeahhh for that) e quando como só me apetecem coisas frias o que significa quase invariavelmente saladas de várias coisas.

Nesta salada quis dar um twist porque me deu um ataque de gula e quis fazer uma coisa apetitosa para matar a gula por gordices.

Esta salada tinha alface verde, alface roxa, rúcula, filetes de cavala (em azeite! Super importante! Nada de óleos!) e por fim umas sementes goji para dar um toque agridoce e umas nozes.

O molho parece uma gordice de todo o tamanho mas é apenas 1/2 iogurte natural com caril, gengibre, alho, oregãos, sal e pimenta.

Ficou taaaooo bom que me passou logo a gula e fiquei orgulhosa por ter comido uma coisa saudável.

 

Bom apetite! 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D